Kuntanawa
Retirado do blog Projeto Corredor Pano

Kuntanawa

Assim como os outros “nawa”, essa etnia usa uma língua derivada do tronco linguístico Pano. Eles quase foram exterminados durante a perseguição armada para instalação das seringas na região do Acre, onde habitavam. Ao final do século XIX e início do século XX, os Kuntanawa já não eram mais do que uma extensa família conhecida como “caboclos de Milton”,  em homenagem ao patriarca do grupo, Milton Gomes da Conceição. Desde então, o grupo vem tentando reconstruir a cultura e os costumes que se perderam. Hoje, vivem às margens do rio Tejo, no oeste do estado do Acre.

O nome “Kuntanawa” significa “povo do coco” na língua nativa, porém, o grupo não fala mais sua língua mãe, apenas português. A matriarca da família, Mariana, tenta resgatar a língua antiga através do contato com os povos cujas línguas derivam do mesmo tronco. O ritual da bebida ayahuasca usa muitas cantos com a língua antiga, o que ajuda também na revitalização dessa parte da cultura Kuntanawa.

Ayahuasca é uma planta da qual se prepara uma bebida típica, considerada sagrada por algumas etnias. Por isso, seu consumo requisita a realização de um ritual. O patriarca Milton e seus filhos realizam o ritual e consomem a bebida para entrar em contato com os costumes antigos, o que os ajudou a voltar a fazer as pinturas típicas de seu povo. Relatos de membros do grupo que já consumiram a bebida informam que é possível um contato com antepassados da etnia.

Uma das formas do grupo reanimar o contato com os seus rituais, músicas, artesanatos e pinturas é através da memória da matriarca Mariana, cuja mãe, Regina, era o membro mais antigo da etnia. Alguns artesanatos são feitos a partir daqueles já feitos por Mariana, que aprendeu com a mãe. Essa lembrança também ajuda a reinserir os nomes indígenas aos Guarani.

artistas e grupos similares
Aldeia Multiétnica

Aldeia Multiétnica

A Aldeia Multiétnica reúne grupos indígenas de diversas regiões do país com o objetivo de realizar vivências que permitam aos [»]

Conhecer »
Kamayurá

Kamayurá

Os Kamayurá são uma das quatorze etnias indígenas no Parque Nacional do Xingu, no estado do Mato Grosso. Vivem entre os rios Kulu [»]

Conhecer »
Guarani

Guarani

[»]

Conhecer »