Afoxé Omô Nilê Ogunjá
André Amorim

Afoxé Omô Nilê Ogunjá

O Afoxé Omô Nilê Ogunjá é um grupo cultural e artísticos, fundado em 4 de outubro de 2004, na UR 1-Ibura, onde está plantado o axé. Entre os objetivos do grupo, estão: fortalecer a cultura negra e combater o racismo nas suas mais variadas representações.

“É um grito de resistência da cultura negra e uma luta através da arte pelo fim do genocídio da nossa juventude em todo o país e principalmente em Pernambuco (que possui elevados índices de violência)”, contou Dário Junior.

O Omô Nilê Ogunjá, que significa Filhos da Casa de Ogunjá, hoje está aos cuidados do Babalorixá Adilson de Oxaguian e é formado por 30 integrantes que realizam shows, atividades de formação em espaços comunitários e escolares, além de participam dos espaços de proposição de políticas públicas, levando para todos esses lugares a força da cultura afro-brasileira.

O grupo acredita que com sua música, dança e canto constroem uma história de luta e resistência da comunidade negra. Também por isso buscam referências de grande força na cena nacional e internacional. Em 2011 foram batizados pelo Afoxé Filhos de Gandhy, de Salvador, em evento que gerou grande mobilização em Recife, Olinda e Região Metropolitana. O episódio foi registrado no documentário Ikomòjadé.

Em 2014 o grupo foi convidado a compor a programação do New Orleans Jazz & Heritage Festival, em Nova Orleans. Uma rica oportunidade de intercâmbio, sobretudo com a cena musical local, já que Nova Orleans ocupa lugar de destaque no contexto musical norte americano, com ênfase naquele que se consolidou através de artistas negros/as.

Outras conquistas importantes da história do grupo são: o prêmio de melhor música de afoxé em concurso do Projeto Farol, em 2012; a realização do show de abertura do Carnaval Multicultural do Recife no palco principal do Marco Zero, também em 2012; a realização de shows em 2013 no Palco Cultura Popular do 23º Festival de Inverno de Garanhuns e também no 8º Festival Lula Calixto, em Arcoverde.


O Afoxé

O afoxé é um ritmo afro-brasileiro de origem ioruba. A palavra afoxé poderia ser traduzida como “a fala que faz”, e tem relação com o maracatu de baque virado, ou maracatu nação. Além de ter uma profunda vinculação com as manifestações religiosas dos terreiros de candomblé. Desse modo o afoxé irradia o axé dos cânticos e das músicas de quem compõe e participa da expansão de seu som. A levada das mensagens dos integrantes do grupo carnavalesco se faz através do ritmo ijexá, que é característico de Oxun, patrona da música. Três instrumentos básicos fazem parte desta manifestação: o afoxé (ou agbê), os atabaques e o agogô.

artistas e grupos similares
Pedro Bento & Zé da Estrada

Pedro Bento & Zé da Estrada

Com mais de 50 anos de carreira, a dupla paulista de música sertaneja Pedro Bento & Zé da Estrada inovou e continua inovando a mú [»]

Conhecer »
Quarteto Olinda

Quarteto Olinda

[»]

Conhecer »
Fernando Guimarães

Fernando Guimarães

[»]

Conhecer »