Déa Trancoso
Crédito: Pablo Bernardo

Déa Trancoso

A cantora, compositora e produtora Déa Trancoso é natural de Almenara, no coração do Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, onde cresceu influenciada pelos violeiros, cantadores, cangaceiros e foliões. Em 2012, celebrou 25 anos de uma carreira dedicada a mostrar as profundezas do Brasil para o mundo e para os brasileiros. Chamada pelos fãs e alguns críticos de “a fada telúrica” (pelos pés fincados no chão e nas raízes de sua terra natal e o dedo apontado para o céu em seus trabalhos autorais), Déa é exemplo de uma trajetória musical forjada sem nenhuma concessão ao mercado fonográfico.

Déa participou, em 2002, do CD “O Violeiro e a Cantora” (selo independente), a convite do compositor Chico Lobo. Neste CD, ela canta para violas que desfilam cinco afinações diferentes nos dedos do famoso violeiro, parceiro de Pena Branca e autor de boa parte do repertório, que inclui também clássicos como “Um Violeiro Toca” (Almir Sater e Renato Teixeira), “Estradas do Sertão” (João Pernambuco e Hermínio Belo de Carvalho) e “Moda da Pinga” (Laureano Bandeirante).

Vencedora do X Festivale (Festa da Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha), com a canção “Tuíra” (Si Amaral e Celi Márcio), participou de trabalhos como a trilha do especial da TV Rede Minas “Palmeira Seca”; e do CD que acompanha o livro “ABC da Música Brasileira”, de Jorge Fernando dos Santos (Editora Paulus). Em 2006, foi uma das atrações do show coletivo “Vozes do Vale”, no Grande Teatro do Palácio das Artes, em Belo Horizonte.

O primeiro disco da carreira de Déa chama-se Tum Tum Tum (2006), cuja proposta é uma viagem às origens do samba, desde os fundamentos do “semba" até as nuances que essa célula rítmica vinda do Congo e de Angola ganhou no Brasil, com viés para a religiosidade de cantigas vindas da cultura popular, especialmente as do Vale do Jequitinhonha: catimbós, folias de reis, cocos, batucões, acalantos, lundus, congos.

Em 2007, o disco recebeu quatro indicações ao “Prêmio TIM de Música Brasileira”, nas categorias de Melhor Cantora, Melhor Disco Regional, Melhor Projeto Visual e Cantora Voto Popular, concorrendo com Maria Bethânia, Chico Buarque, Daniela Mercury, Alceu Valença, Antônio Nóbrega, Margareth Menezes, entre outros.

O show “Tum Tum Tum” passou por Fortaleza, Belo Horizonte, Cordisburgo (MG) (Semana Roseana 2007), Montes Claros (MG) (Festas de Agosto — Projeto TIM Tambores), Conselheiro Lafaiete (MG), Bocaiúva (MG) (Festa do Milho/Festival da Canção), Governador Valadares (MG) (TIM Valadares Jazz Festival), Teófilo Otoni (MG), Araçuaí (MG) (Festivale — Projeto TIM Tambores), Almenara, Rio de Janeiro (Teatro Rival Petrobras, gravando para o Programa Conversa Afinada/TV Brasil), São Paulo (SESC PINHEIROS — Teatro Paulo Autran, Projeto Saberes do Brasil - Espaço Cultural Brasil a Gosto), Cuiabá (Teatro do SESC ARSENAL).

Em 2008, Déa Trancoso foi convidada para a coletânea “Chill: Brasil 5/Warner Music, com 32 cantoras da nova safra da música brasileira (Mônica Salmaso, Roberta Sá, Mariana Aydar, Jussara Silveira, Teresa Cristina, Fernanda Porto, Mart’nália, entre outras), organizada por Charles Gavin, baterista dos Titãs, lançado simultaneamente no Brasil, Europa, Japão e EUA.

Participou, ainda, da coletânea dos 30 anos do programa “Brasileiríssima”, produzida pela Rádio Inconfidência e Secretaria de Estado da Cultura de Minas Gerais, com os nomes mais significativos da música mineira atual (Tavinho Moura, Paulinho Pedra Azul e Wilson Dias, entre outros).

Em 2008, abriu o show do percussionista Naná Vasconcelos, dentro do projeto Festa da Música/Belo Horizonte, integrando uma programação com 60 nomes da música nacional e internacional (Arthur Moreira Lima, Benjamim Taubkin e América Contemporânea, Tita Parra, André Mehmari, Barbatuques, Wagner Tiso, Toninho Horta, entre outros).

Além disso, já dividiu o palco com Tabajara Belo, Cléber Alves, Pablo Souza, André Siqueira, Priscila Brigante, Serginho Silva, Valdênia Lavadeira (Coral das Lavadeiras de Almenara), Chico Lobo, Pereira da Viola, Tita Parra (neta da legendária Violeta Parra), Tadeu Franco, Carlos Farias, Wilson Dias, Ceumar, Suzana Sales, Gigante Brasil, Lelena Anhaia, Terno de Catopês de Bocaiúva, Marujada de Diamantina, Dajalma Corrêa, Ramiro Musotto.

Ainda em 2008, viajou à Europa, realizando mini-tour por Turim/Itália (integrando grupo de artistas - Uakti, Sérgio Santos, Weber Lopes, Titane, Maurício Tizumba, entre outros -, selecionado para representar a música mineira na Semana de Minas Gerais em Piemonte), Aix en Provence/França (Espaço Cultural "La Bergerie") e Lisboa/Portugal (Museu da Música).

DISCOGRAFIA

1. “Tum Tum Tum”(Discos-2006/Biscoito Fino-2010), realizado com recursos do Programa BNB de Cultura, recebeu quatro indicações ao Prêmio da Música Brasileira 2007 e foi relançado pela Biscoito Fino, em 2010, com distribuição no Brasil e no exterior.

2. “Serendipity” (2011), primeiro trabalho autoral que traz também parcerias com Badi Assad, Chico César e Rogério Delayon, o disco foi elogiadíssimo por Manfred Eicher/ECM, Egberto Gismonti, Ná Ozzetti, Charles Gavin, Maria Luíza Kfouri, e teve o show de lançamento em Pontevedra/Espanha, durante a Feira das Indústrias Culturais da Galícia, pelo programa Música Minas.

3. “Déa Trancoso e Paulo Bellinati – “Flor do Jequi” (Discos-2012), realizado através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, no qual os dois artistas criam e recriam símbolos da mítica região do Vale do Jequitinhonha.

Mais informações sobre Déa Trancoso na página oficial da cantora.

Escute também o SoundCloud de Déa Trancoso.

***Texto produzido com informações da página oficial da cantora e do site Palco MPB3.

artistas e grupos similares
Paulo d'Jorge

Paulo d'Jorge

[»]

Conhecer »
Caraivana

Caraivana

Dois brasilienses, dois paulistas, um carioca e um baiano, cada um com um talento musical diferente, com carreiras distintas e indiv [»]

Conhecer »
Barracão Centelha

Barracão Centelha

Grupo de artistas brincantes, pernas de pau que cantam, dançam, constroem dramaturgias, poesias e espetáculos: é assim que sonham [»]

Conhecer »