Mestre Solano - o Rei da guitarrada
Brunno Régis

Mestre Solano - o Rei da guitarrada

Desde criança, José Félix Solano Melo recebeu fortes influências caribenhas que chegavam no seu radinho de pilhas. Tornou-se músico por influência do pai e em 1953 estreou com a banda Jazz Tupi, na qual tocou por 10 anos. Em 1963 foi para Belém, entrando no Corpo de Bombeiros da cidade, tornando-se músico da corporação.

Após 60 anos de andanças, 17 discos gravados, inúmeros shows e passagens por diversas gravadoras do Norte e Nordeste, Mestre Solano continua apostando na renovação, temperando as suas apresentações com novos arranjos e parcerias. Em abril de 2014 lançou seu 17o álbum, “Som da Amazônia”, patrocinado pelo Projeto Natura Musical, que é uma verdadeira viagem pela sua carreira, passando por diversos gêneros musicais da região, contando com a produção da cantora Aíla e participações especiais, como Manoel Cordeiro e Sabastião Tapajós.


Mestre Solano já teve grandes sucessos nos topos das paradas musicais, e o mais famoso é “Ela é americana”, musica que ele gravou nos anos 80 com o Solano e seu Conjunto, tendo sido gravada também por vários artistas de peso, como Alípio Martins e Arnaldo Antunes. O seu toque de guitarra é “de raíz”. Simples, harmonioso e vibrante, cheio de improvisos que somente um Mestre como ele é capaz de arriscar.


Hoje, Mestre Solano percorre o País difundindo a música paraense, quebrando barreiras geográficas e culturais, ensinando que a música de qualidade e a experiência de um Mestre são eternos.

artistas e grupos similares
Luedji Luna

Luedji Luna

Vencedora do Prêmio Bravo 2018, do Natura Musical 2018 e do Prêmio Caymmi com melhor show em 2017, Luedji é uma das novas vozes m [»]

Conhecer »
Camerata Caipira

Camerata Caipira

Variada é a formação musical, versátil e colorida é a performance. Utilizando-se da viola caipira, cavaquinho, e violões de [»]

Conhecer »
Afoxé Omô Nilê Ogunjá

Afoxé Omô Nilê Ogunjá

O Afoxé Omô Nilê Ogunjá é um grupo cultural e artísticos, fundado em 4 de outubro de 2004, na UR 1-Ibura, onde está plantado [»]

Conhecer »