Barracão Centelha
Divulgação

Barracão Centelha

No XVIII Encontro de Culturas, o grupo Barracão Centelha apresenta o espetáculo "Vida de Viajante", que nasceu a partir de pesquisa sobre a ancestralidade da cultura nordestina e dos caminhos dos imigrantes que deixam suas terras e chegam ao Rio de Janeiro em busca de uma vida melhor.

Em suas pernas-de-pau, em torno de 10 artistas contam, cantam, dançam e levam o público para viagens saudosas à região do Cariri e suas fés, lutas, festas, danças, músicas, lendas, heróis e outras lembranças. Duração de 30 a 40 minutos.

Barracão Centelha

"Somos “sem telha” porque a rua é nossa casa e o céu é o nosso teto. Estamos sempre abertos, não temos porteira. Somos um grupo de artistas brincantes, pernas de pau que cantam, dançam, constroem dramaturgias, poesias e espetáculos: é assim que sonhamos com um mundo mais justo. Acreditamos que a ocupação da ruas com arte é uma ferramenta importantíssima para construção de uma cidade mais humanizada. O caminho para se achegar é o coração, uma chave que todo mundo tem".

Gente que de tanto voar, não tem telhado que segure. No dicionário, diz que centelha significa partícula que se desprende de um corpo em brasa; fagulha ou faísca; manifestação notável de inspiração ou talento. Para cada um do grupo, ser centelha significa reconhecer a potencialidade individual que ganha força quando encontra o coletivo - entra em combustão, acendendo o fogo no coração de cada pessoa; aquilo que vai alcançando. Em vez de queimar, ele une, acolhe, toca, cresce.

artistas e grupos similares
Eli Camargo

Eli Camargo

[»]

Conhecer »
Quarteto Olinda

Quarteto Olinda

[»]

Conhecer »
Nação Latina

Nação Latina

[»]

Conhecer »