Tambor de Crioula do Seu Teodoro

Tambor de Crioula do Seu Teodoro
Foto: Webert da Cruz

O TAMBOR DE CRIOULA DO SEU TEODORO


O Tambor de Crioula é uma manifestação cultural popular de matriz afro-brasileira muito difundida no Maranhão. As rodas de tambor homenageiam São Benedito e para os participantes é um momento de fé, devoção e lazer. Os homens, conhecidos como “coreiros”, são responsáveis pelos toques dos instrumentos (tambores e matracas). A dança é realizada pelas “coreiras” (mulheres) que durante a brincadeira formam uma meia lua. Elas realizam movimentos circulares e giros se revezando em frente aos tambores. Essa alternância é realizada por meio da “umbigada”, toque de ventre com ventre que representa um convite para entrar na roda.

Mestre Teodoro Freire, maranhense e grande divulgador da cultura de seu estado de origem, chegou em Brasília em meados de 1961 e até seus últimos dias de vida lutou bravamente pela valorização da cultura popular brasileira. O Tambor de Crioula do Mestre Teodoro foi criado no Rio de Janeiro, na década de 50, e hoje está em Sobradinho/DF, tendo sua base no Centro de Tradições Populares. Trata-se de um dos grupos culturais mais antigo da capital do país e esteve presente em importantes eventos da história da cidade. O grupo possui em sua formação várias gerações de nordestinos, que assim como muitos moradores de Brasília, migraram para a capital em busca de melhores condições de vida. Pessoas que encontraram na brincadeira do Tambor de Sobradinho um pouco da cultura e dos costumes da terra natal.


artistas e grupos similares

Um projeto
Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge