EMPE – I Encontro Mundial de Pernas de Pau
Isabel Alves

EMPE – I Encontro Mundial de Pernas de Pau

O EMPE – I Encontro Mundial de Pernas de Pau é um sonho de pessoas, artistas e grupos que em comum andam, trabalham, desenvolvem pesquisas ou apreciam a arte milenar da perna de pau.


O EMPE se propõe a ser um levante de diferentes grupos e linguagens, de diferentes cidades do mundo, conectados globalmente, ativando suas redes locais para realizar simultaneamente numa mesma semana ações que visam potencializar suas pesquisas e experimentos nas pernas-de-pau.

A Companhia Tem Sim Sinhô, realizadora do projeto, nasceu a partir da vivência de seus participantes com mestres e brincantes de nossa cultura. De forma itinerante, a companhia vive unicamente da arte e, por meio dela, realiza seu projeto de vida pela retomada de diversos elementos da arte popular para o universo circense. É dirigida por Israel Stallin (Palhaço Siriguela), que há mais de 27 anos leva a arte da perna-de-pau para todo o Brasil.

Trata-se de um encontro que contribui para o resgate e perpetuação da nossa identidade, transmitindo às novas gerações e recordando com as gerações passadas a magia das pernas-de-pau.

A perna-de-pau, além de ser um brinquedo para crianças e adultos, é utilizada como instrumento de trabalho em todo o mundo. Andar em cima dela é apenas uma questão de prática e autoconfiança. O participante é tocado pela proposta, experimenta e reinventa, compara e cria, exercita a coordenação motora e confere suas habilidades. Estimula a curiosidade, a iniciativa, a autoconfiança e a concentração. Tem a imaginação desenvolvida, enriquece seu mundo interior.

Objetivo Geral

Estabelecer e incentivar intercâmbio de grupos locais com grupos de todas as partes do mundo, com a finalidade de trocar informações e experiências, fortalecendo o movimento de pernaltas de cada cidade.

Objetivos específicos

- Contribuir para a elevação da auto-estima e da capacidade de concentração e equilíbrio dos participantes;

- Possibilitar o exercício da coordenação motora, a criatividade e a percepção;

- Estimular e incentivar a prática de atividades culturais;

- Aprimorar as habilidades dos artistas que já fazem parte do cenário local, por meio de oficinas de formação;

- Estimular e despertar nas pessoas, o interesse pelas pernas-de-pau.

História

As pernas-de-pau são herdeiras de um costume muito antigo entre vários povos. A origem dela (também chamada de andes, zancos) é bastante remota e está ligada às mitologias e práticas religiosas de diversas culturas do mundo.

Até hoje as pernas-de-pau são usadas por crianças e adultos em vários países, em manifestações culturais e como instrumento de trabalho para muitos artistas.

Em países europeus elas são constantes nas festas populares, como o Carnaval e a celebração da Primavera. Na África, aparecem em ritos de iniciação e tem privilégio exclusivo dos feiticeiros.

Programação do EMPE – I Encontro Mundial De Perna de Pau no XIX Encontro de Culturas:

De 1 a 3 de agosto de 2019

9h às 11h - Oficina de Perna de Pau (iniciação)

15h às 17h - Oficina de Perna de Pau (Avançado)

17h30 - Cortejo nas alturas do Encontro Mundial de Pernas de Pau.

18h30 - Espetáculo com os grupos Cia Tem Sim Sinhô (GO) e Coletivo de Pernaltas do Rio de Janeiro, Goiás a Brasília.

*Inscrições para oficinas por ordem de chegada.

artistas e grupos similares
Boca do Lixo

Boca do Lixo

[»]

Conhecer »
Artetude

Artetude

O circo teatro Artetude foi criado em 1999, em Brasília, pelos Irmãos Saúde, Ruiberdan e Ankomárcio, conhecidos como palhaços R [»]

Conhecer »
Circo Laheto

Circo Laheto

O Grupo Laheto surgiu em 1980 como resultado de um trabalho sociocultural desenvolvido com índios e posseiros na região do Baixo A [»]

Conhecer »