Caixeiras do Divino
Fredox Carvalho

Caixeiras do Divino

As Caixeiras do Divino são responsáveis por conduzir todos os rituais durante a festa do Divino Espírito Santo em Itaperucu Mirim (MA). Realizada nas casas de culto e terreiros umbanda, também chamados de tambor de mina, a festa começou no Brasil no início do século XVII,  com a vinda dos colonos portugueses para o Brasil. No século XIX, essa tradição já fazia parte da cultura popular da região.

Diferente de outras regiões que celebram a festa do Divino, no Maranhão as mulheres ocupam um lugar de destaque. As caixeiras, com seus tambores de pele de couro de cabra participam de todas as etapas do festejo, com seu batuque e suas cantorias. Ainda nessa região, todo o ritual gira em torno de um grupo de crianças, denominado de império. Essa crianças são vestidas com trajes nobres, sendo tratadas com todas as regalias durante o festejo. São determinados o imperador e a imperatriz e logo abaixo o mordomo e mordoma-régia. Ao final da festa do Divino, imperador e imperatriz passam suas vestes e seus cargos aos mordomos, garantindo assim a continuidade da tradição. Nos salões das casas de culto são feitas decorações que representam um grande palácio, onde, durante toda a festa, se desenrolam as várias cerimônias que juntas, constituem um complexo ritual de louvor.

Uma das explicações para a festa do Divino ser celebrada também nos terreiros, deve-se ao fato dos povos de origem africana terem incorporado algumas tradições europeias em busca de uma maior aceitação dentro da sociedade.

artistas e grupos similares
Tambolelê

Tambolelê

A inspiração do Tambolelê vem da cultura afro-mineira: da sonoridade, da poesia sagrada e contemporânea dos tambores. Assim, o g [»]

Conhecer »
African Yoruba Bata

African Yoruba Bata

O grupo African Yoruba Bata-Lebe, oriundo da Nigéria, busca manter a tradição dos tambores bata, presentes na cultura Yoruba. Seg [»]

Conhecer »
Tambores do Tocantins

Tambores do Tocantins

A identidade do grupo Tambores do Tocantins se firma em colocar uma roupagem musical contemporânea nos ritmos tradicionais do Estad [»]

Conhecer »