Conexão Felipe Camarão
Marcelo Scaranari

Conexão Felipe Camarão

Os meninos do grupo do projeto Conexão Felipe Camarão cantaram saudando o público do VI Encontro de Culturas: “Viva a cultura brasileira!”. 

O grupo estava uniformizado com as roupas da festa do boi de reis, criadas e confeccionadas pela viúva do mestre Manoel Marinheiro e pelas crianças do projeto.

No palco, um banner com a foto do mestre Manoel Marinheiro representava a tradição dos mestres que  ensinam os mais novos. O grupo composto pelo mestre de rabeca Josenilson Moraes com então 24 anos liderando dois rabequeiros, Ozawa Gaudêncio, e Aldemir Pedro ambos com 14 e 16 anos e o percussionista Daniel Felipe com 14.

Ao final do show os meninos do grupo convidaram Jaiane então com 13 anos, do grupo Caçada da Rainha para subir ao palco e cantar comeles.

“Eu vou cantar agora, mas quero ver todo mundo dançando", animava Jaiane.

O Conexão Felipe Camarão é um projeto social idealizado pela ONG Associação Companhia Terramar, é desenvolvido na comunidade de Felipe Camarão – bairro da zona oeste da cidade de Natal com cerca de 75 mil habitantes e marcado pela contradição entre a riqueza cultural e a pobreza econômica.

O projeto realiza um trabalho educacional através da cultura local com a comunidade do bairro, crianças, jovens, mestres de tradição oral, educadores, escolas públicas parceiras.

Seu objetivo é contribuir com o desenvolvimento de crianças e jovens da comunidade e seus familiares e agrega várias ações do Programa Cultura Viva do MinC, o Programa GESAC  do Ministério das Comunicações. Ponto de Cultura e Programa Ação Griô Nacional.

Apoiando-se na cultura de tradição oral do bairro e seus patrimônios imateriais, como o Auto do Boi de Reis do Mestre Manoel Marinheiro, teatro de bonecos do Mestre Chico de Daniel. A musicalidade do Mestre Cícero da Rabeca e a Capoeira do Mestre Marcos dialogam com os  pressupostos político-filosóficos de brasileiros como Anísio Teixeira, Paulo Freire, Amir Haddad, Darcy Ribeiro, Milton Santos, Lurdinha Guerra, educadora potiguar, entre outros.

 Esse diálogo fomenta idéias e ações possibilitando novas formas de pensar a relação entre cultura e educação, desenvolvimento e transformação social e cidadania. O lugar era conhecido pelos altos índices de violência e abandono. E estão incluídos no projeto os alunos de 7 escolas públicas do bairro que participam de oficinas com foco no conhecimento e preservação da memória das tradições do bairro, com destaque para o Auto do Boi de Reis do Mestre Manoel Marinheiro.

 Os mestres tiveram o reconhecimento de seu papel, ensinando as novas gerações, como Manoel Marinheiro brincante do Boi de Reis, e o mamulengueiro Chico Daniel, hoje já falecidos e tornaram possível a construção desse projeto pelo conteúdo que puderam transmitir.

 Uma oficina de lutheria foi construída a partir do conhecimento e trabalho do mestre Cícero da Rabeca. Realizam-se oficinas de Boi de Reis, Capoeira, Musicalização de Flauta, Musicalização de Rabeca e Lutheria de Rabeca. Além dos conhecimentos específicos, discute-se a promoção da cidadania ativa a partir dos temas da cultura, memória e identidade.

 Com o apoio do Banco Votorantim, novas ações foram iniciadas pelo pólo artesanal para a produção de artigos de moda. Trabalha-se a criatividade e a identidade cultural do bairro nas Oficinas de Estilos e Costumes; da Incubadora de Moda e a Produção Artesanal.

O ponto de cruz, o bordado e a costura são algumas das técnicas manuais desenvolvidas por um grupo de moradoras do bairro na Oficina de Estilo e Costumes com o desenho de figuras relacionadas á cultura da comunidade, como o Boi de Reis.

 Trinta mulheres com idades entre 11 e 82 anos se encontram semanalmente para desenvolver esse trabalho de profissionalização apoiado pela cultura local e seu conteúdo simbólico, identificando e atuando sobre as potencialidades locais para o processo de mudança social..

Esse processo de investimento tem proporcionado mudanças importantes para o desenvolvimento do bairro de Felipe Camarão, que é mostra do poder de transformação pela arte e pelo compromisso com esse objetivo.

http://www.conexaofelipecamarao.org.br/

 

artistas e grupos similares
Paulo Matricó

Paulo Matricó

Um poeta, cantador e violeiro que traz no coração e na bagagem artística a história do sertão. Criado no meio de repentistas, c [»]

Conhecer »
Flor de Manacá

Flor de Manacá

Com o intuito de construir mais espaços para as mulheres na música, nasce a Banda Flor de Manacá (RJ), de forró. [»]

Conhecer »
Sérgio Pererê

Sérgio Pererê

[»]

Conhecer »